21/10/2018

Resenha|| A viuva, Nahra Mestre

 
Título: A viúva - Serie Damas Perfeitas 03
Autora: Nahra Mestre
Editora: Portal
Páginas: 176
Compre: Físico / Ebook

Após atirar à queima-roupa no próprio marido, Viollet se vê livre de um casamento abusivo, em que sofreu todos os tipos de agressões físicas e psicológicas. Apesar de sentir-se aliviada, ela não consegue se libertar da culpa.
O que Viollet não esperava era que John, seu amor de infância, usasse todas as armas para tê-la novamente em sua vida. Em uma busca desesperada para reencontrar a mulher que fora um dia, e disposta a se manter de luto pelo tempo estipulado pela sociedade vitoriana, ela precisa lutar contra si mesma para não sucumbir às investidas de John. Entretanto tem certeza de que, mesmo que seu coração implore para se entregar, seu corpo não suportará ser tocado novamente.
Romance de época que retrata o conflito de uma dama enlutada, a luta entre a leveza e a pesar, entre a liberdade e a culpa. A escolha de ser feliz ou viver na amargura .
https://www.skoob.com.br/a-viuva-816105ed820408.html

Em A viúva, terceiro livro da serie Damas Perfeitas da autora Nahra mestre nos deparamos com a encantadora e envolvente história de Viollet e sua luta diária contra a culpa pela morte do seu marido e a sensação de liberdade que isso provoca mela.

Conhecemos a Viollet nos livros anteriores dessa serie, mas foi no livro anterior, A cortesã que vimos como sua vida mudou radicalmente. Viollet sempre viveu um casamento distorcido, violento e conturbado e para tentar salvar a si mesma e mais duas pessoas ela acabou atirando no seu marido, evento que deveria causar a sua liberdade já que ela não estaria mais presa nas mãos de um homem tão violento.

Viollet, no entanto, se vê presa pela culpa. Culpa de ter ceifado uma vida, mas principalmente por ser sentir tão parecida com seu marido após tê-lo assassinado. É ai que entra John, quem sempre foi o verdadeiro amor de  Viollet.

 John nunca aceitou ou entendeu o fato de perder a mulher da sua vida. Ele não fazia ideia das coisas que sua amada vivia nas mãos do marido que deveria amá-la e protegê-la. Por baixo de todo aquele preto e da culpa que a consome, John consegue enxergar a mulher que sempre amou e fará de tudo para mostrar a ela que seus sentimentos nunca mudaram e que ele está disposto a tudo para fazê-la feliz.

John é o único que consegue trazer a verdadeira Viollet de volta e isso a cobre de culpa e receio. Ela sempre o amou e por isso mesmo deseja sua felicidade, Viollet então decide pagar o preço pelo crime que cometeu e dar a chance que Jhon merece de ser feliz, mesmo que longe dela.

A história de Viollet nos tira da nossa zona de conforto. É de conhecimento geral como as mulheres eram vistas pela sociedade nos séculos passados e como eram usadas por seus maridos a fim de gerar herdeiros e manter seus status sociais. Mas o caso de Viollet vai muito além disso. Ela é constantemente agredida, violentada e humilhada por seu marido, aquele que deveria protege-la e ama-la. 
 
Por isso quando ela tem a chance de conhecer a felicidade ao lado do homem que ama, Viollet não consegue se entregar e confiar em um homem novamente, mas para sua sorte Jhon é um homem leal, corajoso, persistente e apaixonado que mostrará a ela o que é ser amada e protegida e o que é a verdadeira felicidade.

Mais uma vez a Nahra arrasou na sua história, para uma apaixonada por romances de época é quase impossível não devorar as histórias fluidas e interessantes que a Nahra escreve. Ela tem uma forma de juntar fatos, personagens e histórias que nos deixam encantados e ansiosos, por isso já terminamos uma leitura desejando a próxima. 

Se você curte romance de época ou tem interesse em conhecer o gênero essa livro é para você. Vem se encantar, emocionar e apaixonar por essa história, é uma leitura que vale muito a pena. Você não vai se arrepender. 

Comente com o Facebook:

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.