02/08/2018

Resenha || A cortesã, Nahra Mestre




“Apesar de seu inconsciente gritar para que não criasse julgamentos ou expectativas, havia um sentimento estranho, que ela não conseguia controlar. Confiava nele e, de uma forma inexplicável, ele lhe trazia paz.”

Título:  A Cortesã
Autora: Nahra Mestre
Editora: Portal
Compre: Aqui

A série Damas Perfeitas retrata as mulheres que se escondiam atrás das convenções sociais impostas no século XIX, na Era Vitoriana. Nessa época, quando o conceito de "amor romântico" passa por profunda transformação, existiram algumas que desafiaram as regras e fizeram a diferença na história do Reino Unido. Apesar da aparência frágil e submissa, elas tiveram um papel fundamental nas relações sociais e políticas de seus maridos. Por trás dos homens e com muita sensibilidade, fizeram história no período Pós- Revolução Industrial.

Nascida e criada no bordel mais famoso de Paris, Marie Bourdon nunca almejou ser uma cortesã. Enquanto procurava uma maneira de escapar de seu destino, foi surpreendida por um nobre inglês, que lhe prometeu matrimônio, alimentando sua ilusão de abandonar a vida que lhe fora traçada.
David Hervey, o segundo filho do marquês de Bristol, sempre esteve atento às necessidades de todos a sua volta. Amigo fiel e irmão dedicado, sua disponibilidade para ajudar o próximo muitas vezes sobrepunha os próprios anseios.
Enganada, roubada e abandonada, Marie conhece David, seu anjo salvador, a esperança de um recomeço. Entretanto, apesar de se ver cada vez mais envolvida, o passado resolve assombrá-la, relembrando-a a todo momento de onde ela veio.
Um romance de época que ressalta as implicações dos estereótipos e retrata uma mulher forte, disposta a encarar de frente as adversidades da vida e que coloca à prova o altruísmo de David.

Em A Cortesã conhecemos a história de Marie e David. Quem leu o livro 1 dessa serie conheceu e se apaixonou por esse casal encantador que nos conquistou com suas palavras, gestões e caráter. Marie é uma cortesã que David acolhe e emprega na casa do tio na casa do tio como camareira e amiga da sua prima Lady Sarah, protagonista do livro anterior.

O que nós não sabíamos até então é que Marie é uma cortesã apenas de nome e como ela e David se conheceram.

Marie foi abandonada pela mãe ao nascer tendo que viver assim em um bordel na França com a unica parente que lhe restou, mas Marie se recusa a trabalhar como cortesã, por isso ela ganha a vida servindo mesas mesmo tendo que aguentar todo o assedio dos frequentadores do local. Até que certo dia, iludida pelo pedido de casamento de um lorde ela acaba se entregando a um lordy inglês e abandonada em seguida.

Depois de muita espera e com medo do seu futuro no bordel, ela acaba fugindo da França e procurando o homem que a abandonou, mas ela acaba passando por uma situação difícil, e na rua sem ter o que comer ou o que vestir ela acaba esbarrando em David, que a acolhe e a ajuda.

David é um homem integro, justo e altruísta que mesmo crescendo em um lar desestruturado nunca se deixou contaminar com os sentimentos ruins emitidos na sua casa e família. David é o irmão mais novo do futuro marques de Bristol também futuro marido da sua prima Sarah, mas ele sabe que seu irmão está tentando fugir do seu compromisso e desse matrimonio, porém ele está disposto a corrigir esse erro casando-se ele mesmo com a doce e forte Sarah.

Quando encontra no meio da rua uma mulher abandonada ele não pensa duas vezes em ajuda-la e mesmo quando descobre seu status de cortesã David não deixa de protege-la e respeita-la, inclusive encontrando para ela um emprego na casa do seu tio. 

Só que David não pode negar a forte atração que sente por Marie e quando seus planos com lady Sarah são definidos ele decide se entregar a essa paixão. Mas Marie e David tem muitos inimigos poderosos, além do fato dela não fazer parte da alta sociedade. Com um enredo repleto de segredos, superações, disputas e amores intensos somos apresentadas a mais um romance de época lindo intenso e arrebatador que nos conquista desde o livro 1 e termina nos deixando ansiosos pelo livro 3. 

A Cortesã é uma história de superação, respeito, aprendizagem, entrega, amor verdadeiro e busca pelo seu ideal. Mostra como a mulher era menosprezada seculos atras, mas também mostra a força que elas tinham e como eram invencíveis quando a usavam. 

A história de David e Marie é intensa e cheia de distúrbios. A vida de ambos não foi fácil, mas eles não se deixaram abater por suas dores, encontraram forças nos momentos difíceis da vida. Marie mesmo abandonada e vivendo em um bordel nunca deixou de sonhar e lutar pela sua vida e liberdade.  Durante toda a sua história ela nos mostrou sua força e seu caráter e nos ensinou que sonhar e lutar pelo que se deseja é a forma mais linda e intensa de se viver. 

David como segundo filho tendo tanto prestigio e dinheiro a sua disposição poderia ser mais um aristocrata esbanjador e mulherengo, mas seu caráter e bondade fizeram dele um rapaz integro e altruísta capaz de colocar a felicidade de todos a frente da sua.

Juntos, David e Marie formam o casal perfeito, forças que se complementam e transbordam. Dois corações enormes cheios de coragem, bondade e força, que lutarão juntos ou até mesmo separados para encontrar o seu final feliz, haja o que houver.

Apesar desse livro não ter me cativado como o primeiro não posso negar a grandeza e beleza dessa história. Sei que conquistará muitos corações assim como conquistou o meu e trará mais uma vez a certeza de que livros são sonhos, em forma de palavras. 

Se recomendo? 
Super!!!
Mais uma linda história da autora Nahra Mestre, aguardo ansiosa pelo próximo. 

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Cada resenha sua é uma lágrima! Obrigada por ter se deixado tocar ❤️

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Essa questão de crescer em um bordel, mas não ser cortesã, me lembrou o livro Belle, da Lesley Pearse, conhece? É uma duologia, mas ainda não tive como ler o segundo, que, imagino, seja tão bom quanto o primeiro. Lendo o que você disse, sobre como eles precisarão enfrentar diversos conflitos, e imaginando que Sarah seja uma boa pessoa, só posso esperar que todos tenham seus finais felizes

    ResponderExcluir
  3. Oi! Eu amei a sinopse deste livro! E sua resenha me deixou super empolgada! Gostei muito da premissa da protagonista, que parece que vai sofrer um bocado antes de encontrar de fato e por fim o final feliz. Achei a ambientação diferente, embora a pegada do romance pra mim seja o ponto principal! Quero muito saber como David e Marie vão vencer tantos obstáculos e finalmente ficarem juntos. Obrigada pela dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  4. Estou bem curiosa para ler essa série, gosto das sinopses tanto do primeiro quanto desse segundo livro, parece interessante e envolvente, bem como eu curto.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Olá Faby, tudo bem?

    Vejo muitas pessoas falando desta série e tenho muita vontade de conhecer, pois a premissa me encanta. Gostei de saber que os dois personagens não tiveram vidas tão fáceis e que viveram seus próprios conflitos, isto me faz me identificar mais rapidamente com eles. Amo histórias de superação, respeito e amor, sem sombra de dúvida, são as melhores. Já quero ler o quanto antes. Dica mais do que anotada!

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gosto muito de ler romances de época, apesar de que tenho lido bem menos do que eu gostaria. Gostei muito do livro indicado e não conhecia a autora e nem o livro. Não me lembro de ter lido com essa premissa, e acredito que seria surpreendente.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem ?

    Nossa não conhecia mais pela pontuação e pelo seu ponto de vista, parece ser uma ótima dica de leitura, ainda não li romances de época . mas o gênero romance em si é muito atrativo e meu favorito.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.